A vida consagrada de Frei Alexandre

Frei Leonardo A. R. Santos

Xaxim (SC) – O dia da ordenação vem chegando e as atenções se voltam para a imponente igreja abençoada por um santo construtor, Frei Bruno Linden. Lá, neste sábado, Frei Alexandre será ordenado pelo bispo Dom Manoel. É bonito ver como as comunidades se reúnem para visitar os irmãos. À noite, cada área visitada se encontra na capela ou no salão comunitário para oferecer as dores e labutas, os risos e sucessos na mesa do Senhor.

O segundo dia (quinta-feira 16/02) foi dedicado a lembrar a vocação religiosa. No bairro Frei Bruno, capela de Santo Antônio, é facil falar de vocação franciscana. Como ainda não há uma capela construída, usa-se um salão. Na porta da capelinha do Santíssimo, dois frades pintados: Antônio e Bruno. Aquele de Lisboa, Pádua, do mundo inteiro; este de Duesseldorf, de Joaçaba, de Xaxim. Ambos tiveram vidas eloquentes o bastante para o senso dos fiéis saber qual é a vocação do Irmão Menor.

Frei Diego Atalino, recentemente ordenado em Lages, presidiu a celebração. Na homilia, insistiu no valor da vida consagrada e tratou de lembrar que Frei Alexandre continuará, depois de padre, religioso franciscano como os dois patronos da comunidade. Ao final da missa, o povo em fila recebia dos frades a bênção de São Francisco.

Entre as visitas aos colégios, destaque para o entrosamento entre franciscanos e maristas. As visitas às turmas foram marcadas pelo bom humor e os alunos se sentiram à vontade para perguntar, questionar e contribuir. Nas casas, mesas fartas quase nos faziam esquecer que estes dias são de seca por aqui. Generosidade e acolhida que dificilmente poderemos retribuir a contento. Mesmo assim, fica o antecipado e singelo agradecimento à cidade que franciscanamente nos deu pouso.