Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 19/04/2017

A lição de Emaús

Oitava da Páscoa

19Lc 24,13-35

“Realmente o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão” (Lc 24, 34)

Jesus mostra aos discípulos de Emaús que é necessário crer sem ver, chamando-os a ter uma fé que os leva a reconhecer a sua presença pelos sinais dos tempos, a partir dos profetas até aos dias de hoje.

Segundo Santo Ambrósio de Milão, “a fé é para os crentes, mas os sinais para os incrédulos”. Pois é preciso deixar-se renascer na fé em Jesus Cristo pela abertura de coração, para crermos no que os profetas anunciaram, a respeito do Verbo encarnado que se fez homem e habita entre nós.

Sendo assim, ter a fé autêntica em Cristo é viver na esperança da ressurreição.  Em Cristo somos, vivemos e iremos por seu infinito amor, pois, fez-se caminho, verdade e vida para irmos ao Pai, pela renúncia da dureza do nosso coração.

Reflexão feita pelos noviços