Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 11/07/2017

Enviai operários à colheita

Tempo Comum

sabor_110717Mt 9, 32-38

“A colheita é grande, mas os operários são poucos.” 

Os sinais realizados por Jesus causavam divisão em Israel. Aqueles que O reconheciam como Messias, atestavam seus milagres, buscando conversão e abraçando a fé. Porém, os que negavam sua natureza divina consideravam-no um desordeiro, um curandeiro, sendo capazes até mesmo de atribuir seus feitos a ações demoníacas.

Apenas num fato havia consenso: a inegável rapidez com que o nome de Jesus se propagava em toda Judéia. Tanto que, nos lugares onde realizava pregações, em pouco tempo reuniam-se grandiosas multidões. Pessoas cansadas, doentes, abatidas, desorientadas, como ovelhas sem pastor, pelas quais compadecido clamou ao Pai afim de que enviasse mais operários para efetuar tamanha colheita, pastores para reconduzir o rebanho perdido e disperso.

Jesus, ciente da brevidade de sua existência terrena, preocupa-se em escolher e capacitar seus continuadores e este convite chega até nós. Como verdadeiros cristãos, somos convocados a sermos no mundo este sinal profético, farol que aponta a direção de Deus, a fim de arrebanhar novamente os que se extraviaram pelo caminho.

No dia em que a Igreja celebra São Bento, tal como ele fez, coloquemo-nos à disposição de Deus, orando e trabalhando e assim tornemo-nos seus operários na colheita, bons pastores a reconduzir os desgarrados para o único caminho que leva a salvação.

Reflexão feita pelos noviços.