Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 17/07/2017

O caminho da Cruz

Tempo Comum

sabor_170717Mt 10,34-11,1

“Quem não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim.”

No Evangelho de São Mateus desta segunda-feira, Jesus nos apresenta a cruz como único e verdadeiro caminho para alcançar a Bem-Aventurança.

A cruz para nós, Cristãos, não pode ser um sinal de sofrimento, dor e morte, mas deve ser um sinal de vida e salvação. Jesus, em seu caminho doloroso, transformou toda dor em uma fonte inesgotável de amor ao Pai e a todos nós.

Nenhum sofrimento pode ser comparado com o de Cristo, por isso, se possuímos esta visão transcendente perceberemos que nenhuma dor ou tribulação em nossa vida será capaz de tirar nossa conexão com o verdadeiro amor, pois em Deus só existe a bondade. Todo nosso caminhar deve ser uma oportunidade de amá-lo ainda mais, principalmente nos momentos mais difíceis na nossa vida.

Celebramos hoje a memória do Bem-aventurado Inácio de Azevedo e seus companheiros mártires, missionários jesuítas que foram mortos no Brasil. Homens que não tiveram medo de assumir a cruz, pois o amor de Deus era a força para vencer toda e qualquer batalha.

Irmãos, tenhamos a coragem de assumir nossa cruz assim como Inácio de Azevedo e tantos outros mártires, que deram sua vida ao Projeto de Deus e assim nos tornaremos pessoas melhores e de mais fé. A cruz é o caminho do amor.

Reflexão feita pelos noviços.