Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 14/08/2017

Renúncia pelo bem maior

Tempo Comum

sabor_100817_14Mt 17,22-27


“O filho do homem será entregue nas mãos dos homens que o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará. E eles ficaram muitos tristes”.


No Evangelho de hoje, Jesus nos ensina uma lição: que às vezes é preciso abrir mão de um direito, para se evitar um escândalo. Em outras palavras, às vezes é preciso saber renunciar, para se evitar uma discussão.

E os homens são filhos de Deus, antes de ser súditos de qualquer poder. Portanto, eles não têm obrigação de pagar impostos.

Uma coisa é termos direito sobre algo e outra coisa é a conveniência do uso desse direito. No nosso dia a dia, muitas vezes acontece que temos que renunciar a um direito em vista de um bem maior. O próprio Jesus nos mostra essa necessidade no evangelho de hoje, quando renuncia ao direito de não parar os impostos do templo para conseguir um bem maior que está no fato de evitar escândalos. Assim, também nós devemos deixar de lado determinados direitos, que podem até demonstrar mesquinhez, quando esses podem se tornar causa de escândalos ou conflitos e fazer com que percamos um bem maior como a paz e a tranqüilidade.

Reflexão feita pelos noviços