Santuário de Aparecida faz a maior festa religiosa

 

Moacir Beggo

Uma das maiores festas do mês de outubro, a Oktoberfest, acontece em Blumenau. Mas nem tudo na cidade, fortemente marcada pela colonização alemã, é tradição, folclore e cerveja. É também fé e devoção na Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, que será homenageada no seu Santuário e Paróquia, no bairro Itoupava Norte, de 8 a 12 de outubro.

Esta festa em homenagem à Padroeira também celebra o Jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, que teve sua imagem encontrada no ano de 1717 por pescadores do Rio Paraíba do Sul. “Neste ano, a Imagem de Nossa Senhora Aparecida Peregrina está passando pelas Paróquias e Comunidades da Diocese. Ela chega no Santuário, trazida pelo Bispo diocesano, Dom Rafael Biernaski, no dia da festa. Devido a este grande momento histórico da fé no Brasil, imagino que esta festa terá a maior participação popular de todos os anos”, acredita o pároco e reitor Frei Nélson Hillesheim.

Segundo Frei Nélson, a Festa de Nossa Senhora Aparecida no Santuário é a maior manifestação religiosa de Blumenau, em todos os sentidos. “Só não é maior por falta de espaço”, garante o pároco, explicando que as festividades religiosas começam com o Tríduo nos dias 8, 9 e 10 de outubro, com a celebração das 19 horas. “Nesses dias, a festa se limita à comunidade, mas no dia 12 o que se observa é que muita gente da região, que não tem condições e não pode ir à Aparecida, vem para a festa aqui para pagar promessas e pedir bênçãos”, explica Frei Nélson, acrescentando que muitas Paróquias da região fazem romaria até o Santuário.

aparecida_280917_5O TRÍDUO

O Tríduo religioso em honra à Padroeira do Brasil e do Santuário começa no dia 8 (domingo), na Celebração Eucarística das 19 horas, quando o Frei Pascoal Fusinato, o celebrante deste dia, vai falar sobre o tema “Maria, Mãe que nos leva a Jesus”. Caberá à Catequese a animação litúrgica. Fora da igreja, é dia de saborear o delicioso pastel preparado pela comunidade.

No segundo dia do Tríduo, 9 de outubro (segunda), também às 19 horas, Frei José Bertoldi celebra a Santa Missa e fala sobre o tema “Maria, Mãe Evangelizadora”, tendo a participação e animação litúrgica deste dia dos Movimentos e Pastorais do Santuário, como Terço dos Homens e das Mulheres, Catequistas, Ministros, equipes da Liturgia, Apostolado da Oração, Renovação Carismática e Grupos de Reflexão. Após a Missa, Noite do Pastel.

No terceiro dia do Tríduo, 10 de outubro (terça), Frei Pascoal Fusinato presidirá a Celebração Eucarística, que terá a participação de empresários, comerciantes, do Movimento Lareira, Clube de Mães, coordenadores e equipes da Festa, comunidades e CPC do Santuário. Bingo e macarronada são atrações fora da igreja.

FESTA DA PADROEIRA

A Padroeira começa a ser festejada na véspera, com a Santa Missa, às 19 horas, presidida pelo pároco Frei Nélson, que vai falar sobre o tema “Maria, Mãe da Solidariedade, do Amor”, e a presença dos padrinhos, patrocinadores e comunidade. Às 11 horas, contudo, começa o churrasco e, a partir das 16 horas, todas as atrações.

No dia 12, DIA DA PADROEIRA, a programação é intensa, a começar com a Carreta que sairá da Catedral até o Santuário, às 8 horas, carregando a imagem de Nossa Senhora o bispo diocesano Dom Rafael Biernaski e o pároco da Catedral São Paulo Apóstolo, Pe. João Backmann.

Na chegada ao Santuário, prevista para as 9 horas, tem início a Missa Solene, presidida por Dom Rafael. Às 11 horas, Dom Rafael e Pe. João sobrevoarão o Santuário de helicóptero, abençoando os peregrinos e devotos. Está prevista uma “chuva” de mantos de Nossa Senhora e pétalas de rosa.

Às 15 horas, Frei José Bertoldi preside mais uma Santa Missa e Frei Pascoal encerra a festa às 19 horas.

aparecida_280917_2

UM POUCO DE HISTÓRIA

A primeira capela de Nossa Senhora Aparecida foi fundada em 1953. Antes disso, as Missas eram celebradas em uma escola. No início, a comunidade foi atendida pelos Frades Franciscanos da Paróquia São Paulo Apóstolo. A vida espiritual teve início com o atendimento religioso regular, administração dos sacramentos e a fundação de Movimentos como a Legião de Maria ainda em 1953, ao mesmo tempo que já se faziam promoções e campanhas para angariar fundos visando a construção da nova igreja.

Pelo constante crescimento do bairro Itoupava Norte e pelos insistentes pedidos de Frei Francisco Freise, o bispo de Joinville, Dom Gregório Warmeling, criou a Paróquia aos 8 de maio de 1965 e, no dia 12 de outubro de 1997, foi criado e instalado o Santuário Nossa Senhora Aparecida, por Dom Orlando Brandes.

Além da Fraternidade – formada por Frei Nélson, Frei Pascoal e Frei José -, o Santuário conta com dois diáconos: Alcebíades Roncáglio e Moacir Gazaniga, que também atendem as comunidades:  Santa Maria, São João Maria Vianney, São João Batista e São José.

ENDEREÇO

Rua Paris, 150 – Itoupava Norte

Caixa Postal 4525 – CEP 89 052-510 – Blumenau – SC

Fone/Fax (47) 3323-3236/3378- 3930

e-mail: santuarioaparecida@terra.com.br