Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 09/10/2017

Vai, e também tu, fazes o mesmo

Tempo Comum

sabor_091017Lc 10, 25-37

“Mas um samaritano, que estava viajando, chegou perto dele, viu, e teve compaixão.”

Eis que mais uma vez Jesus é interrogado perante a multidão e mais uma vez Ele nos explica através de parábolas. Sendo esta atitude do bom samaritano, o questionamento que fica é este: quem é o meu próximo? Como tratar o meu próximo?

No dia a dia, vemos tantas dificuldades com os nossos próximos, mas devido à nossa cegueira espiritual, não conseguimos ter a sensibilidade de ajudar, pois vemos o próximo como alguém que não nos representa nada. Na lei está escrito que devemos amar o próximo como a nós mesmos. Muitas vezes, este próximo é uma pessoa que está sentada ao nosso lado do ônibus, ou simplesmente o que passa na rua. Amando este próximo, estamos amando o próprio Cristo, pois assim, cada dia que passa iremos ao alcance da vida eterna.

Que o Senhor abra nossos olhos e o coração, para que em tudo possamos reconhecer e amar nossos irmãos.

Reflexão feita pelos noviços