Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 23/10/2017

Confiar em Deus, não na riqueza

Tempo Comum 

sabor_231017Lc 12,13-21

“Porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a sua vida não depende de seus bens”

Dinheiro chama dinheiro, riqueza produz riqueza. O Evangelho de hoje expressa muito bem essa ganância de querer sempre mais e mais. O Evangelista Lucas nos apresenta uma parábola de um produtor rico que tinha muitos bens e não sabia o que fazer com tanto produto e bens, e pensou consigo mesmo vou construir celeiros muitos maiores para guardar toda a minha fortuna. Por meio desse episódio Jesus nos exorta da necessidade de vivermos desapegados dos bens terrenos quando diz: “Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida”.

O que Jesus considera como riqueza é aquilo que dividimos com os outros, pois, juntar tesouros e acumular bens não faz parte do projeto de Deus. Tudo o que temos e somos vem e são de Deus! Por isso que devemos ser guardiões da criação de Deus, protegendo e guardando uns aos outros. Para sermos guardiões devemos viver na solidariedade, na partilha, na misericórdia e sobretudo pensando no outro e não, simplesmente, em si mesmo.

Reflexão feita pelos noviços