Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 24/10/2017

É preciso estar vigilante

Tempo Comum

sabor_241017Lc 12, 35-38

“Estejam com os rins cingidos e com as lâmpadas acesas.”

Somos convidados a estar vigilantes porque o Senhor pode chegar a qualquer hora. O que isto quer dizer na prática? Quer dizer que podemos morrer a qualquer hora, quer dizer que podemos também perder as condições de vida normal e sermos inutilizados para qualquer tarefa, como resultado de uma enfermidade ou de um acidente inesperado, quer dizer que o mundo pode acabar quando menos esperamos. No fim dos tempos, o Senhor voltará em sua glória para julgar os vivos e os mortos. Esta afirmação faz parte da nossa profissão de fé. Como acontecerá, quando acontecerá? Só o Pai sabe. Por isso a melhor coisa é ficar de prontidão para não sermos surpreendidos. Bem-dispostos, fazendo o bem, prontos para acolher o Senhor que chega, assim queremos estar quando ele vier. Felizes os servos que o senhor encontrar acordados, fazendo o bem e não desatentos, desinteressados, praticando o mal, maltratando o próximo. No fim dos tempos haverá a ressurreição de todos e o juízo universal. Antes deste fim glorioso para o qual queremos estar preparados, há o fim do tempo de cada um de nós. Para este devemos estar atentos e vigilantes como se fosse o dia do juízo universal. Na porta de entrada da eternidade, Jesus dirá o que já sabemos: “Eu tive fome, e você me deu de comer”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas.