Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 20/11/2017

Cura do cego

Tempo Comum

sabor_201117Lc 18,35-43

“Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim.”

Nesta 33ª semana do Tempo Comum, o evangelista Lucas narra a passagem em que Jesus visitou Jericó e encontrou-se com o cego, que muito bem ilustra nossa cegueira diante de diversas situações cotidianas.

Na passagem, torna-se evidente a força de vontade desta pessoa que, mesmo em sua deficiência, empenhou todas as suas forças para ser notado, percebido, para chamar a atenção de Jesus, e ele consegue. Em seu humilde pedido, quer apenas ser um homem “normal”, alguém que tenha condições de ser feliz, de seguir a Jesus e amá-lo, reconhecendo-o como Filho de Deus.

Quantas vezes nós, pela infinidade de estímulos que o mundo nos oferece, acabamos nos tornando cegos para as coisas de Deus, insensíveis ao seu apelo na pessoa de um irmão necessitado. Quantas vezes cada um de nós parece ter olhos apenas para as próprias necessidades, para as próprias vontades e desejos, percebendo apenas o que é essencial para si e desligando-se de uma visão mais ampla e fraterna.

Peçamos ao Nosso Senhor Jesus Cristo, para que igualmente possa tocar nosso coração.  Que assim sensibilize também a nós, fazendo-nos abrir nossos olhos para as reais necessidades de todos aqueles que estão ao nosso redor. Que elimine em nós toda a “cegueira” causada pelo egoísmo e ganância e faça-nos ver em cada irmão o próprio Cristo.

Reflexão feita pelos noviços.