Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 25/11/2017

Os saduceus e viúva.

Tempo Comum

sabor_251117Lc 20, 27-40

“Deus não é Deus de mortos, mas de vivos, pois todos vivem para ele.”

Novamente os saduceus tentam Jesus com perguntas dúbias sobre a lei mosaica. Desta feita, utilizam o exemplo de uma viúva que teve vários casamentos, questionando quem seria seu esposo após a ressurreição.

Jesus esclarece-os que nenhuma relação familiar ou afetiva precisará ser estabelecida. No Reino de Deus não haverá mais vínculos de parentesco, afinidade ou matrimônio ou mesmo a necessidade de se ter uma família.

Muitas vezes em nossa fé, nós também corremos o risco de nos fixarmos excessivamente em pensamentos sobre “como serão as coisas” no Reino dos céus. Não nos cabe saber. Nenhum homem jamais contemplou o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. Deste modo, cabe a nós vivermos nosso hoje. Amando a Deus e ao próximo, guardando seus mandamentos e praticando aquilo que acreditamos, de modo que a ressurreição não nos preocupe, mas do contrário, venha coroar toda uma vida de dedicação na construção de um Reino de justiça, paz e bondade.

Reflexão feita pelos noviços.