Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 01/12/2017

A compreensão dos tempos

Tempo Comum

sabor_011217Lc 21, 29-33

“O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras não desaparecerão”

Jesus nos apresenta a figura de uma figueira como a presença do Reino de Deus no meio dos homens. Pois, se vendo a figueira e as outras árvores conhecemos as estações do ano, também o Senhor nos adverte como discípulos a estarmos atentos com os acontecimentos que espelham aproximação do Reino de Deus. Efetivamente este Reino só se aproxima de nós quando praticamos a justiça e promovemos a paz, criando boas relações, vivenciando o amor fraterno em cada lugar onde nos encontrarmos.

Assim, cada comunidade crista é uma testemunha das palavras de Cristo que continua a rugir nos ouvidos dos homens e mulheres que se acham entendidos e perfeitos, como espadas de dois gumes, dentro de seus corações. Mas para aqueles que o seguem, as suas palavras se tornam conforto e segurança, pois ela é firme e inabalável. A Palavra de Deus continua nos exortando, dando-nos firmeza no seguimento de Cristo, na construção do Reino dos céus, onde o Senhor nos quer como pedras vivas.

Portanto, quem confia nada teme, porque as tribulações, os sofrimentos vêem e passam, mas o amor do Senhor permanece para sempre.

Reflexão feita pelos noviços.