Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 12/12/2017

A visita de Maria a sua prima Isabel

Nossa Senhora de Guadalupe

sabor_121217Lc 1, 39-47


“Você é bendita entre as mulheres, e é bendito o fruto do seu ventre!”


Nesta terça feira, a Igreja celebra a memória da Nossa Senhora de Guadalupe, que é a padroeira dos povos latino-americanos. São Juan Diego Cuauhtlatoatzin recebeu os sinais do amor maternal de Maria e compreendeu o seu desejo. Ao levar rosas ao seu manto indígena para o bispo, como prova das aparições, a imagem da virgem ficou imprensa em seu manto, que está exposto no santuário de Guadalupe, na cidade do México, para a veneração do povo. Isso aconteceu no ano de 1523.

Bendita seja a virgem que de tantos modos mostra-nos seu amor maternal. Ela, que pela fé e obediência, recebeu o Verbo que se fez carne e habitou entre nós. Pela abertura e serenidade de estar na graça de Deus, o nosso amor se torna maior e o Espírito do Senhor repousará sobre nós e a nossa vida pertencerá à liberdade que traz à tona a nossa essência como verdadeiro sentido de vida, vida que se traduz numa regra que é o Evangelho percebido pela experiência na prática e na interpretação do sentido profundo do amor de Deus.

Reflexão feita pelos noviços.