Lava-pés: exemplo e sentido do sacerdócio

Érika Augusto

São Paulo (SP) – O terceiro dia do Tríduo em preparação para a Ordenação Presbiteral de Frei Vanderlei da Silva Neves foi encerrado nesta sexta-feira, 15, ao meio-dia, com a Celebração Eucarística na Paróquia São Francisco de Assis, na Vila Clementino, zona sul da capital paulista. Frei Alan Maia, ordenado em setembro deste ano, presidiu a Eucaristia, que foi concelebrada por Frei Fidêncio Vanboemmel, Ministro Provincia;, Frei Inácio Dellazari, Ministro Provincial da Província São Francisco do Rio Grande do Sul; Frei Diego Melo, coordenador do SAV; Frei Raimundo J. Castro e o pároco Frei Valdecir Schwambach.

Em sua homilia, Frei Diego recordou os dias anteriores do Tríduo e destacou a vocação presbiteral, tema do terceiro dia do Tríduo. “O Evangelho do lava-pés é o modelo, exemplo e sentido para todo sacerdote. Aquele que encontra no doar-se aos outros, no serviço, na doação, na entrega da sua própria vida, a realização do chamado de Jesus”, afirmou o frade.

O coordenador do Serviço de Animação Vocacional frisou que a imagem do padre não deve estar ligada somente ao serviço no altar. “O sacerdote é aquele que faz da missa a sua vida e faz da sua vida uma grande missa”, acrescentou. “Pra nós, frades menores, embora a ordenação presbiteral seja um momento muito forte, seja um momento de grande alegria, o que mais marca a nossa vida é o sermos frades menores. É essa a grande alegria e é essa vida religiosa franciscana que dá a marca ao sacerdócio”, concluiu.

Ao final da celebração, Frei Vanderlei fez um breve agradecimento aos frades pela ajuda na preparação do tríduo. Ele agradeceu de modo especial ao Frei Nazareno Lüdke, que foi quem o acolheu no início de sua caminhada vocacional, no Largo São Francisco, em 2006. Em seguida, Frei Fidêncio abençoou as vestes que Frei Vanderlei usará amanhã, em sua ordenação presbiteral.