A InstituiçãoNotícias › 14/01/2018

Frei Fidêncio acolhe noviços brasileiros hoje

vesti830

Moacir Beggo

Vinte postulantes estão prontos para iniciar o ano de Noviciado na Província da Imaculada em 2018. Nesta segunda-feira,  dia 15 de janeiro, treze jovens brasileiros serão acolhidos pelo Ministro Provincial Frei Fidêncio Vanboemmel durante a oração das Laudes, às 7 horas, no Noviciado São José, em Rodeio (SC).  Devido ao  atraso na documentação dos angolanos, a admissão deles ainda não tem uma data definida. Essa turma de noviços, a 118ª desta casa de formação, será acompanhada pelo mestre dos noviços, Frei Samuel Ferreira de Lima.

Antes de chegarem a Rodeio, os dois grupos fizeram o tempo do Postulantado. Os brasileiros no Postulantado Frei Galvão de Guaratinguetá (SP) e os angolanos no Postulantado Santo Antônio, de Quibala.

“Passado mais um ano de postulantado, fica mais evidente para mim que cada turma carrega uma personalidade própria. A junção de identidades é capaz de criar algo belo e único, nem pior ou melhor que outra turma, apenas distinta. Esse grupo que está ingressando no noviciado destaca-se positivamente pela ausência de grandes conflitos fraternos, pela conversa fácil e franqueza para resolver problemas”, avaliou o mestre dos postulantes em 2017, Frei Jeâ Paulo Andrade, satisfeito com a conclusão desta etapa: “Acredito que tenham vivido bem essa etapa de formação e conseguido fazer a passagem da vida secular para, agora, bem fazer a experiência da vida religiosa consagrada e franciscana”.

jea_020118

O mestre Frei Jeâ

Para Frei Jeâ, o exercício pastoral, a variedade de estilo de frades presentes no seminário, os trabalhos e os estudos ajudaram no discernimento vocacional realizado durante todo o ano. “Esse tempo do postulantado foi marcado pela necessidade de disciplinar o humano para então, no noviciado, serem capazes de trabalhar a dimensão espiritual. O noviciado será um tempo propício para firmar essa decisão, tornando-a mais clara, generosa e equilibrada para o candidato manter-se sereno e firme diante das contradições que surgirem no caminho”, explicou.

O frade tem uma certeza: “Essa turma deixa o postulantando consciente de que a condição para ser frade, além da veste exterior, é revestir-se do hábito interior. Tenho confiança que os primeiros passos já foram dados”, completou.
Segundo os documentos da Ordem, esses jovens farão um “período de formação mais intensa” em Rodeio, tendo como objetivo “fazer com que os noviços conheçam e experimentem a forma de vida de São Francisco, impregnem mais profundamente a mente e o coração de seu espírito e, avaliando melhor o chamado do Senhor, comprovem seus propósitos e sua idoneidade” (Constituições Gerais da Ordem, art. 152).

Um dos momentos mais belos e emocionantes da admissão dos noviços será a vestição. Cada candidato receberá o hábito franciscano das mãos do Ministro Provincial e do Mestre Frei Samuel Ferreira de Lima. Na sacristia, cada um se vestirá e retornará à celebração para assinar o documento de ingresso na Ordem dos Frades Menores.

Durante o ano, os noviços intensificam a vida em comum, entre eles e com a Fraternidade Formadora da casa, e participam também de algumas atividades na própria comunidade eclesial e de celebrações das outras casas franciscanas da região.

vesti830-rapa