Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 22/01/2018

Calúnias dos escribas

Tempo Comum

sabor_220118Mc 3, 22-30


“Quem blasfemar contra o Espírito Santo, nunca será perdoado” (Mc 3, 29)


No Evangelho de hoje, Jesus nos adverte a não pecarmos contra o Espírito Santo. Vemos que os escribas queriam condenar as atitudes de Jesus pela lei, mas não conseguiam encontrar meios para fazê-lo. Ora, afirmando que Jesus estava possuído pelo príncipe dos demônios, negam veementemente que Ele é Filho de Deus, logo, cometem uma blasfêmia. Afirmando que satanás age através d’Ele, atentam contra o Espírito Santo.

Em nossas vidas, estejamos vigilantes a fim de termos a sensibilidade para perceber o Espírito de Deus agindo em nós, em nossa família, comunidade. Só o Espírito pode ajudar-nos a descobrir e compreender novamente o caminho da profundidade de Deus presente em nós e em nossos irmãos. Esse Espírito nos desperta o desejo de lutar por algo mais nobre, dá-nos a audácia necessária para iniciar em nós um trabalho interior capaz de frutificar concretamente em nosso exterior. Assim, lutemos contra nosso egoísmo, contra nossa dureza de coração de modo a não nos fecharmos para a ação de Deus e para que assim possamos ser seus anunciadores, vivendo no mundo aquilo que professamos e acreditamos.

Reflexão feita pelos noviços.