Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 29/01/2018

A cura de um possesso

Tempo Comum

sabor_290118Mc 5,1-20


“Vá para casa, para junto dos seus, e anuncie para eles tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por você” (Mc 5, 19)


Neste segundo dia da semana, o evangelista Marcos descreve um episódio muito intenso e com alguns elementos importantes: Jesus era um homem estrangeiro e o homem que Ele libertou era excluído pela sociedade. O demônio reconhece Jesus como filho de Deus, mas o povo não consegue reconhecê-Lo; os espíritos maus pedem para entrarem nos porcos e Jesus aceita; depois de Jesus tê-lo curado, pede para ele anunciar o milagre feito por Ele.

Diante de todos estes pareceres, Jesus demonstra que por mais que tenhamos cometido erros graves, a graça de Deus é maior que eles.

Portanto, apesar de nossa pequenez, nossa tendência ao comodismo, ao egoísmo, aos vícios e a sentimentos ruins como inveja, ódio, rancor e tantos outros “espíritos maus” que habitam em nós, muito maior que eles é o amor de Deus para conosco, sua capacidade infinita de perdoar, seu desejo de que nos tornemos seus instrumentos na construção de um mundo de paz e bem. Cabe a cada um de nós permitirmos que Jesus “expulse” o mal de nosso coração, tornando-nos puros e em sintonia com sua Santíssima Vontade a fim de que possamos leva-lo ao irmão necessitado por palavras e obras.

Reflexão feita pelos noviços.