Noviços recebem novo hábito antes da Profissão

Moacir Beggo

Rodeio (SC) – O Noviciado São José de Rodeio, em Santa Catarina, já está em festa. Neste domingo (07/01), solenidade da Epifania do Senhor, os treze noviços que fizeram a experiência de um ano de provação em 2017 receberam os novos hábitos que vão acompanhar suas vidas como frades menores. A celebração foi simples mas cheia de simbolismos durante a oração do Angelus que antecedeu o almoço festivo da Fraternidade e dos familiares dos professandos.

Este momento prepara para a Celebração da Primeira Profissão nesta segunda-feira, às 19 horas, na Igreja São Francisco de Assis, quando o Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, vai receber os votos dos noviços da 116ª turma.

O guardião do Convento, Frei José Antônio Cruz Duarte, presidiu este momento celebrativo ao lado do Mestre Frei Samuel Ferreira de Lima. “Este momento acontece depois de um ano de provação, onde esses jovens puderam experimentar a Regra de São Francisco e a sua espiritualidade”, explicou o mestre, lembrando que eles fariam o pedido da profissão religiosa ao guardião Frei José, representando a Fraternidade local, que também os acompanhou durante o ano como formadora.

Depois, Frei Samuel explicou que, durante o ano de provação, eles usaram o hábito sem o símbolo dos votos, já que o cordão não tem os nós simbolizando os votos de pobreza, obediência e castidade. “Estes serão os hábitos que vão usar daqui para frente em definitivo. Eles foram feitos sob medida para cada um. O hábito tem o formato da cruz de Cristo. Cada um tem uma cruz para carregar dentro de sua medida, de suas forças, de suas possibilidades”, disse Frei Samuel, adiantando que os hábitos que foram usados neste ano serão lavados e estarão prontos para outra turma que vai iniciar a experiência a partir do dia 15 de janeiro. E, assim, sucessivamente durante os anos.

habito_070118_2

Diante do guardião, os noviços fizeram o seguinte pedido:  “Reverendo Irmão e caríssimos em Cristo, rogo-vos pelo amor de Deus, da Bem-aventurada Virgem Maria, de nosso Pai São Francisco e de todos os Santos, admitir-me à Profissão dos votos temporários, para fazer penitência, emendar a minha vida, e servir a Deus com fidelidade até à morte. E, ao mesmo tempo, peço perdão de todas as minhas faltas que cometi durante o ano de noviciado. Declaro estar ciente das obrigações que me impõem os votos e a santa Regra, e prometo observá-los fielmente. Finalmente, solicito as orações desta Fraternidade, pela minha perseverança na vocação”.

É importante destacar que esses noviços já tinham sido aprovados pelo Mestre Frei Samuel Ferreira de Lima, pela Fraternidade e pelo Governo Provincial para fazerem a Primeira Profissão, mas a celebração fez parte de um ritual simbólico e próprio da Ordem Franciscana.

Em seguida, Frei José Antônio e Frei Samuel abençoaram os hábitos e entregaram a Frei Alberto Capingala Martinho Sambei, Frei António Sacaputo Maimo, Frei Bruno Gonçalves Cezário, Frei Diego Martendal,  Frei Eduardo José Cavita Camunha, Frei Inoc Joaquim João, Frei João Baptista Culiaquita, Frei João Manoel Zechinatto, Frei José Victor de Camargo Medeiros, Frei Marcelo Dias Soares, Frei Rodrigo José Silva, Frei Ruan Felipe Sguissardi e Frei Silvério Munga Cajonde.

habito_070118_1

Frei José lembrou que este momento acontecia no dia da manifestação do Senhor, quando uma estrela guiou os Magos até Belém. “A vida religiosa franciscana é sempre estar a caminho. Nós somos peregrinos e viandantes, não podemos nos apropriarmos de nenhum lugar, de qualquer coisa. Por isso se querem perseverar nesta vida, lembrem sempre de que somos peregrinos e estamos, a cada dia, recomeçando como nosso Pai Francisco assim disse no final de sua vida. Nós sempre recomeçamos, não podemos ficar prostrados, sentados, porque quem caminha sempre está de pé. E este cordão no seu corpo é sinal que estamos prontos para caminhar, para sermos peregrinos anunciando a paz e o bem. Todo frade menor, na alegria do coração, deve ser um anunciador da paz e do projeto desse amor de Deus. Por isso, esforcem-se a cada dia e contem com as orações da Fraternidade que aqui fica”, aconselhou o guardião.

habito_070118_3

NOVIÇOS VISITAM MUSEU DA GENTE TRENTINA

No sábado (6/1), os noviços acompanharam o Mestre Frei Samuel numa visita ao  Museu de Usos e Costumes da Gente Trentina, na proximidade do Noviciado. Instalado no antigo prédio que pertencia a Congregação das Irmãs da Divina Providência, no Centro da cidade, num casarão de dois pisos, encontra-se um acervo dividido em salas de acordo com sua classificação e é composto de diversos objetos de uso dos colonos trentinos no período da imigração, e também durante a República Velha, vestimentas, louças, livros, quadros, móveis e até mesmo parte de um meteoro.

Fundado há 42 anos, ele é administrado pelo Circolo Trentino di Rodeio e é o único museu trentino fora da Itália.

habito_070118_5

VEJA MAIS IMAGENS DESTE DOMINGO. ANTES DO MOMENTO CELEBRATIVO, A VELHA MANGUEIRA ACOLHEU FRADES E FAMILIARES DURANTE O ENCONTRO FRATERNO.