Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 16/02/2018

Discussão sobre o jejum

Tempo da Quaresma

sabor_160218Mt 9, 14-15


“Nós e os fariseus fazemos jejum. Por que os teus discípulos não fazem jejum?”


No evangelho de hoje, Jesus é indagado pelos discípulos de João Batista sobre a prática do jejum. “Por que nós o fazemos e os teus discípulos não?” Responde Jesus: “Por acaso os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles?” Acrescenta ainda: “Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”. Jesus fala aos discípulos de João tendo em mente tudo o que ele haveria de passar no fim de sua existência humana, e prefigurava já o futuro. Hoje, nós somos “os amigos do Noivo” sempre que nos encontramos na santa missa com nossos irmãos e irmãs para participar, partilhar e comungar do seu banquete.

No nosso tempo, muitas vezes o jejum que fazemos não é como os três dias que os discípulos fizeram. Em nosso cotidiano vamos esquecendo-o, deixando-o de lado, sepultando-o, de modo inconsciente, motivados ou desmotivados pela rotineira correria da vida. Suprimimos os horários que poderíamos estar na presença do Noivo, para realizar outras atividades de menor relevância do que um instante na presença do Senhor.

Será que hoje somos capazes de renunciar a pequenas atividades e oferecer alguns minutos de nosso dia para irmos ao encontro do Senhor? Pensemos, pois, nas nossas ações com intuito de endireitá-la para melhor servirmos ao Senhor.

Reflexão feita pelos noviços.