09/04/2013

Bom Jesus dos Aflitos

SOROCABA
Rua Péricles Pilar, 80
SOROCABA – SP
CEP. 18020-100
Tel. (15) 3232-2020 – Bom Jesus
Tel.: (15) 3227-5979 – Santo Antônio

Email: paroquiabja@yahoo.com.br

Arquidiocese de Sorocaba

A FRATERNIDADE
Frei Gilberto Marcos S. Piscitelli, guardião e pároco São Antônio
Frei Benedito G. G. Gonçalves, pároco Bom Jesus e animador do SAV local
Frei André Becker, vigário paroquial e ecônomo

EXPEDIENTE PAROQUIAL

Bom Jesus dos Aflitos

Horário da secretaria:
Segunda a sexta, das 8h às 17h
Sábado das 8h às 12h

Horário de missas:
Terça-feira: 15h e 19h
Quarta a Sexta: 19h
Sábado: 18h
Domingo: 7h; 10h e 19h

Confissões: Terça, quarta, sexta, das 9h00 às 11h00 e das 14h30 às 17h00
Sábado: das 9h00 às 11h00

Batismo: todo 1° domingo do mês, às 8h00

E-mail: paroquiabja@yahoo.com.br
Telefones: (15) 3232-2020 / 3327-6008

Paróquia de Santo Antônio

Endereço: Praça Joaquim E. Arruda, 181 – Árvore Grande
CEP 18013-130 – Sorocaba – SP
Email: igrejastoantonio@yahoo.com.br
Secretaria: de terça a sábado, das 9h30 ao meio-dia e da 13h00 às 17h00
Não há expediente na segunda.

Missas
Toda terça, às 19h00
1ª sexta, Missa Sagrado Coração de Jesus, 19h00
1ª quinta de cada mês, Missa dos Enfermos, 16h00
Sábados: 19h00
Domingos: 10h00 e 19h00
Confissões: marcar
Casamento: 15h00, 16h00 e 17h00, aos sábados; 19h30 às sextas (1ª sexta não tem a celebração do casamento devido à Missa)
Batismo: 3° domingo de cada mês.
Curso de Batismo: 2°s sábados

 História

Segundo o Livro I do Tombo da Paróquia, datado de 6 de agosto de 1926, a cidade de Sorocaba estava crescendo muito e os “habitantes dos “Além Ponte”, ou seja, além do rio Sorocaba que banha a cidade, tinham dificuldades de ir à Catedral devido à distância.

Preocupado com essa situação, o então bispo diocesano, Dom José Carlos de Aguirre, encarregou o Pe. Antônio Francisco Cangro, coadjutor da Catedral, da construção de uma capela provisória, onde pudessem celebrar os ofícios religiosos. Resolveu-se construir a capela provisória num terreno doado pelo sr. Alberto Kenworty (residente nesse tempo em Barueri), há uns 500 metros da igreja atual. Terminada a construção da capela, o então bispo criou a nova paróquia no dia 6 de agosto de 1926, dia em que se celebra a Festa do Senhor Bom Jesus, padroeiro da nova igreja.

“Assim, pela manhã do dia 6 de agosto de 1944, celebrou-se a última missa na antiga capela provisória e, às 10 horas, transladaram o Santíssimo Sacramento para sua nova morada na nova igreja, em grandiosa e comovente procissão. Apesar da preocupação material da construção do novo templo, os frades realmente desenvolveram um verdadeiro e apostólico trabalho pastoral, atendendo regularmente a mais de 15 comunidades, entendendo que havia apenas duas paróquias nesse tempo em Sorocaba: a da Catedral e a dos Franciscanos”, escreve Frei Antônio Andrieta.

Presença franciscana

Os primeiros franciscanos na cidade foram Frei Conrado Schiwiora e Frei Zeno Kohr, que chegaram por volta do Natal de 1936.

Segundo o historiador Aluísio de Almeida, em artigo no “Diário de Sorocaba”, por ocasião do cinquentenário do Bom Jesus, Dom Aguirre deu-lhes todo o curato de Votorantim e a pequena capela de Santa Rita para exercerem o seu ministério. A sede de sua comum residência era em Santa Rita, numa chácara generosamente doada a eles pelo major Abílio Antunes Soares, depois comendados da Santa Sé. Oficialmente, o pároco de Votorantim era o próprio superior, frei Conrado, mas quem residiu no Votorantim foi frei Zeno, que viveu entre os operários das fábricas. A ida de Frei Conrado para o Bom Jesus é de 24 de dezembro de 1937.

Em janeiro de 1941 chegou o vigário frei Eugênio Becker. Ele resolveu com a aprovação de Dom Aguire, construir a igreja definitiva no local melhor, mais central, da rua cel. Nogueira Padilha. A primeira pedra da nova igreja do Bom Jesus foi a 9 de abril de 1942. Frei Eugênio Becker, que já tinha sido pároco antes, voltou para ficar de 1952 a 1959 e terminou as obras da Igreja, inclusive a torre inaugurada em 1956 ou 1957. Frei Eugênio, neste período, iniciou a construção das igrejas de São Francisco de Assis e de Santo Antônio, acompanhando o desenvolvimento respectivamente, da Vila Assis e da Vila Barcelona.

A imagem

A imagem do Bom Jesus é do século XVIII e também servia na Catedral para a tradicional procissão do fogaréu ou do Senhor preso, em que as pessoas, quase só homens, andavam correndo com a imagem no andor depois do lava-pés da 5ª Feira Santa, para imitar aquele gesto da Paixão.´

Os párocos

O primeiro pároco franciscano foi Frei Conrado Schiwiora, o segundo Frei Eugênio Becker (duas vezes), depois Frei Florêncio Hannemann (duas vezes), Frei Odilon Stump, Frei Firmato (Paulo) Rebein, Frei Olivério Baxmann (guardião), Frei Ernesto Buzzi, Frei Luiz Carlos Squizzatto, Frei Almir Ribeiro Guimarães, Frei Atílio Abati, Frei Antônio Lopes Rodrigues, Frei Moisés Bezerra de Lima, Frei Eduardo Carlos Xavier (guardião), Frei Maurício José Pinheiro, Frei Wilson Zanetti e Frei Vilmar Alves da Silva (atual guardião e pároco).

Paróquia Santo Antônio

Começou a ser criada por iniciativa de Frei Eugênio Becker na década de 50, na antiga capelinha de Santo Antônio, Árvore Grande, onde Frei Achilles reunia seu pequenino rebanho.

Depois de muitas lutas, conseguiu-se a doação do terreno. No dia 11 de outubro de 1964 foi lançada a pedra fundamental e iniciada a construção da atual igreja matriz.
Graças ao esforço de Frei Achilles e de grandes colaboradores, a construção segiu em ritmo acelerado. No dia 11 de outubro de 1970 foi elevada à condição de Paróquia, oficiada por D. Melhado Campos, que na mesma ocasião deu posse ao seu primeiro pároco, Frei Achilles, que permaneceu até seu falecimento em 1986.