Vida CristãSantos franciscanos › 08/02/2018

Bem-aventurado João de Triora

Mártir, sacerdote da Primeira Ordem (1760-1816). Beatificado por Leão XIII no dia 27 de maio de 1990.

Nasceu em Triora a 15 de março de 1760. Muito piedoso desde a infância, foi acólito na igreja de São Lourenço. Pouco depois da morte de São Leonardo de Porto Maurício, tomou a decisão de o imitar. Abandonou a família, dirigiu-se a Roma e pediu para o admitirem no convento de Santa Maria de Araceli. Aceita a sua petição, foi admitido a 15 de maio de 1777, fez os estudos curriculares e foi ordenado sacerdote. Lecionou filosofia em Tívoli e teologia em Tarquínia; foi superior de vários conventos e pregador incansável, com o dom de comover profundamente os ouvintes, levando-os à conversão e à confissão dos pecados. Esse apostolado era como o prenúncio do que viria a empreender em terras longínquas, e que culminaria com o martírio. Em 1798 partiu para a China. Encarregado do distrito de Xam-sin-sien, visitou diversas vezes as comunidades cristãs, que compreendiam uns 8.000 fiéis dispersos por todo o território, fortalecendo-as na fé e incrementando-as com novas conversões e batismos de infiéis. Conseguiu revigorar e fazer reflorescer essas comunidades.

Em 1815 desencadeou-se a perseguição que levou à morte vários missionários e cristãos. Mas nem a prisão nem as torturas o fizeram vacilar. A 7 de fevereiro de 1816 morreu, numa grande cruz, depois de ter sido barbaramente torturado.

Fonte: “Santos Franciscanos para cada dia”, Ed. Porziuncola.