Vida CristãSantos franciscanos › 18/10/2017

Bem-aventurado Bartolomeu Laurel

Bem-aventurado Bartolomeu Laurel Religioso da Ordem dos Frades Menores, mártir no Japão (+1627), beatificado por Pio IX no dia 07 de julho de 1867.

Bartolomeu Laurel era natural do México. Era ainda jovem quando vestiu o hábito religioso na Ordem dos Frades Menores e professou a Regra de São Francisco como irmão leigo. Tornou-se companheiro e amigo inseparável do bem-aventurado Francisco de Santa Maria, com quem, em 1609, chegou a Manila, nas Filipinas, e dali partiu em 1622 para as costas do Japão, onde trabalhou intensamente como catequista.

Prestava assistência a doentes nos hospitais, tendo por vezes de fazer-se de médico, e preparava fiéis para receberem os sacramentos dos enfermos, e instruía os pagãos para poderem aderir à fé cristã. A sua vida era um exemplo de humildade, mortificação, modéstia e zelo apostólico.

Certo dia, em Nagasaki, estando hospedado em casa de família de Gaspar Vaz juntamente com o Beato Francisco de Santa Maria e outros Terceiros, a polícia rompeu pela casa adentro e prendeu os dois religiosos, seis Terceiros, Gaspar Vaz e sua esposa Maria; foram todos algemados e levados para a prisão.

Bartolomeu Laurel, depois de suportar, pela fé cristã e pelo amor a Cristo, indizíveis sofrimentos, foi queimado vivo a 16 de agosto de 1627, na Colina dos Mártires de Nagasaki.

Fonte: “Santos Franciscanos para cada dia”, Ed. Porziuncola.