Vida CristãSantos franciscanos › 30/10/2017

Bem-aventurado Angelo de Acri

Bem-aventurado Angelo de AcriSacerdote da Primeira Ordem (1669-1739). Beatificado por Leão XII em 1825.

Angelo nasceu em Acri, Calábria, no dia 19 de outubro de 1669, filho de Francisco Falcone e Diana Enrico. Ingressou no noviciado entre os Irmãos Menores Capuchinhos de Acri (Cosenza) e depois de um período de perplexidade devido ao temor de não poder realizar em si os ideais da Ordem, em 1691 emitiu os votos. Terminados os estudos e ordenado sacerdote, se consagrou à pregação: uma pregação simples e ardente, despojada de retórica e acompanhada de milagres, que teve um grande e benéfico impulso, especialmente entre o povo do campo da Itália meridional.

No começo de seu apostolado foi desalentador. Por isso, depois de um primeiro fracasso, rogou ao Senhor que lhe desse o dom da palavra e o Senhor lhe abençoou.

Foi eleito ministro provincial e várias vezes superior dos conventos. Quando estava no púlpito, as idéias surgiam em abundância como por inspiração divina. As primeiras dioceses por ele evangelizadas foram: Cosenza, Rossano, Bisignano, San Marco, Nicastro e Oppodo Lucano. Enquanto pregava nesta última cidade, apareceu sobre sua cabeça uma estrela luminosa, que foi admirada por todos os presentes. As conversões foram muitas.

Frequentes foram em sua vida os êxtases; muitas vezes foi visto se elevando da terra.

Seis meses antes de sua morte foi atacado de cegueira. No dia 30 de outubro de 1739, com a idade de 70 anos, com os Nomes Santíssimos de Jesus e de Maria em seus lábios, expirou serenamente. Seu túmulo se tornou um lugar de peregrinação por seus milagres.

Fonte: “Santos Franciscanos para cada dia”, Ed. Porziuncola.