Vida CristãSantos franciscanos › 03/04/2017

Bem-aventurado João de Penna

Sacerdote da Primeira Ordem (1200-1271). Pio VII concedeu seu ofício e missa em sua honra no dia 20 de novembro de 1806.

Penna, na Marca de Ancona, foi o lugar de nascimento deste santo menorita. Impressionado com o ensinamento de um dos primeiros discípulos de São Francisco de Assis, ele pediu para ser admitido em sua Ordem e recebeu o hábito no convento de Recanati.

Da Itália foi enviado posteriormente à Provença. Na França, onde trabalhou durante 25 anos, fundou diversas casas da Ordem, e conquistou os corações de todos por sua vida exemplar e por suas maneiras afáveis e corteses. Chamado de volta à Itália, entregou-se, enquanto podia, à oração e ao recolhimento.

Os últimos anos do bom frade foram provados pela aridez e por prolongada enfermidade de natureza muito dolorosa, mas que ele suportou com perfeita resignação. Por último, foi recompensado com consolações e com a garantia de que já havia cumprido o seu purgatório aqui na terra. Quando a hora da morte se aproximou, sua cela foi iluminada por um clarão celeste, e ele passou à glória celeste, com suas mãos erguidas e com palavras de ação de graças nos lábios.

Seu culto foi aprovado pelo Papa Pio VII.

A história do Beato João de Penna ocupa um longo capítulo (45) dos Fioretti.