Vida CristãSantos franciscanos › 19/05/2017

São Teófilo de Corte

Sacerdote da Primeira Ordem (1676-1740). Canonizado por Pio XI no dia 29 de junho de 1930.

São Teófilo de Corte é considerado o grande promotor dos Retiros Sagrados, nos quais os religiosos fazem pelo menos duas horas de orações em comum, levantam-se à noite para as matinas e observam jejum durante quatro quaresmas, ou seja, quase, meio ano.

Nascido em Corte, na Ilha da Córsega, em 1676, Biagio de Signori entrou com 17 anos para os Capuchinhos, passou depois para os Frades Menores Observantes, entre os quais ficou, assumindo o nome de Teófilo (amigo de Deus).

Esteve em Roma, onde fez os estudos de Filosofia, e em Nápoles, onde concluiu os estudos de Teologia e  foi ordenado sacerdote no convento de Santa Maria la Nova em 1700. Destinado ao ensino, renunciou para viver doze anos com são Tomás de Cori – que o influenciou muito – no convento lacial de Civitella San Sisto (hoje Bellegra) nos Montes Prenestinos.

Aí foi padre guardião. Andou, anunciado a mensagem evangélica em toda a região da Sabina e a área de Subiaco. Depois, para restabelecer a presença franciscana da Ilha da Córsega, a Ordem pensou  nele.

Assim voltou à ilha natal e tornou-se padre guardião da nova fundação de Zúani. Mais tarde foi chamado a Roma e ainda a Civitella San Sisto, desta vez como superior. Por fim, em Fucecchio, na Toscana, onde faleceu, aos 64 anos, no convento por ele fundado em 19 de maio de 1740. Foi proclamado santo em 1930.

Fonte: “Santos Franciscanos para cada dia”, de Frei Giulliano Ferrini e Frei José Guilhermo Ramirez, OFM, edição Porziuncola