Missa de Santa Clara - Frei José Luiz Prim

Partitura MISSA DE SANTA CLARA

Letra: dos Escritos de Santa Clara

Adaptação métrica e Música de  Frei José Luiz Prim

1 – ENTRADA
1. “Plantinha do nosso santo pai Francisco”
Quisestes chamar-vos com graça e ternura.
No caminho estreito seguistes o Cristo
Humilde e pobre e de coração puro.
Refr.: Senhor, vos louvamos por nossa mãe Clara,
Porque de Francisco seguindo o exemplo
Em Santa Maria  dos Anjos prostrada
Entregou sua vida a Vós consagrada.
2. Deus vos enfeitou com as gemas mais lindas.
Vos deu a coroa de ouro marcada
Com a santidade, sinal dos eleitos
E vos recebeu em sua santa morada.
3.  A grande  humildade e a força da fé
Bem como os braços da alta pobreza
Levaram a esposa de Cristo a abraçar
Tesouro escondido de rara beleza.
4. Que troca melhor e o que  mais louvável?
Deixar deste mundo as honras terrenas
Pra então receber esperadas  riquezas:
Do céu recompensa e a vida perene.

2. – ATO PENITENCIAL
Cel.: Ame com todo coração a Deus e a seu Filho Jesus, crucificado por nós pecadores, sem permitir que se ausente de sua recordação. Trate de meditar sempre nos mistérios da cruz e nas dores de sua Santa Mãe, que estava ao pé da cruz. (Pausa)
Recitado:
Cel. –  1 – O homem, pela tentação das glórias passageiras e falazes, tenta aniquilar o que é maior que o céu – a vida interior em Deus, que nele habita. Por isso pedimos perdão.
Cantado: Senhor, tende piedade de nós.
2 –  O orgulho causa a perdição da natureza humana e a vaidade torna estultos os corações. Por isso pedimos perdão.
Cristo, tende piedade de nós.
3 – Muitos perdem a cabeça com as imagens vazias do mundo enganador. Outros são envolvidos pela amargura e o desânimo. Por isso pedimos perdão.
Senhor, tende piedade de nós.
Cel.: – Deus todo poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.
Todos: Amém.
HINO DE LOUVOR:  À escolha.

3. – SALMO DE RESPOSTA  (Sl 44)
Refrão: Eis que vem o esposo / ide ao encontro do Cristo Senhor.
1. Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto:
“Esquecei vosso povo e a casa paterna!
Que o Rei se encante com vossa beleza!
Prestai-lhe homenagem: é  vosso Senhor!
2. O povo de Tiro vos traz seus presentes.
Os grandes do povo vos pedem favores.
Majestosa, a princesa real vem chegando,
Vestida com ricos brocados de ouro.
3. Em vestes vistosas ao Rei se dirige,
E as virgens amigas lhe formam cortejo;
Entre cantos de festa e com grande alegria,
Ingressam então no palácio real ”.

4. – ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
Aleluia, aleluia, aleluia.
V/ –  Vinde, vós que sois / esposa digníssima de Jesus Cristo, / e  por isso rainha nobilíssima.

5. – CANTO DAS OFERENDAS
Refrão: Esta é a sublimidade
Da altíssima pobreza
Que vos fez do céu herdeiras:
Contemplai esta riqueza.
1. Pobres sois , não tendes bens,
Sublimadas em virtudes.
Consagradas como ofertas
Proclamai: “Meu Deus, meu tudo”.
2. Esta é a forma de vida
Que Francisco nos doou:
Viver a santa pobreza
Que aos eleitos coroou.
3. Esta é  a santa oferta
Que por Deus sempre é querida.
Ao Amor, vocação certa,
Consagramos nossa vida.

6. – CANTO DE COMUNHÃO
Refrão: Abrace o Cristo pobre,
Você, de estirpe nobre.
E não perca de vista
Seu ponto de partida.
1.   Jesus é o esplendor,
Do Pai eterno a glória.
Seu brilho, puro amor
Já é nossa vitória.
2. Quem  ama o Cristo é casto
E quem o toca é limpo.
O seu poder é forte
Sua graça, elegante.
3. Pois Ele tem beleza
Que sol e lua admiram.
Seus prêmios todos
grandes
São belos, preciosos.
4. Esta doçura infinda
Por Deus foi escondida,
Por Ele reservada
Pra aqueles que O amam.
5. Na Santa Eucaristia
Encontro meu Esposo.
Ele é minha alegria
E meu eterno gozo.
6  Um dia,  que perigo!
Invade o inimigo.
Mas o Cristo apresento
E fogem como vento.
7.  Coloque a sua alma
No esplendor da glória.
Transforme-se inteira
Pela contemplação.
8.  Olhe bem no espelho
Que é o próprio Cristo
E sempre veja nele
Seu rosto que é bem-quisto.
9. Pois nele resplandecem
Pobreza e humildade,
Amor do próprio Deus
Infinda caridade.
10. Contemple este espelho
Por toda a eternidade.
E no esplendor da glória
Feliz seja em verdade.

7. – LOUVOR FINAL
1. Seja pois fiel pra sempre
Pois está comprometida.
Será Ele  a coroá-la
Ao chegar à eterna vida.
2.  Aqui, nossa dor é breve
No além, o prêmio eterno.
Cristo que deu o começo
Acompanha de olhar terno.
3. E contemple apaixonada
Obra que já começou.
Não será abandonada:
Deus por filha a adotou.

8. –  CANTANDO COM CLARA DE ASSIS
 Para celebrações, meditações e encontros
1. Ao Crucificado bem firmes servi
Pois lhe consagrastes vosso amor ardente.
Por nós suportou a paixão e a cruz
Venceu o inimigo e levou-nos à frente.
2. Tomemos cuidado, portanto porque
Se em Cristo escolhemos o caminho estreito
Não nos afastemos por qualquer motivo,
Nem por nossa culpa, nem passo mal feito.
3. Bem-aventurada é a santa pobreza
Pois aos que a amam, àqueles que a abraçam,
Concede o Pai a eterna riqueza
A glória e a vida que nunca mais passam.
4. Sabeis que o Reino dos Céus Deus promete
Àquele que é pobre e  que nele confia.
Pois quando amamos as coisas do mundo
Perdemos o tempo e o dano é profundo.
5. Só uma das coisas nos é necessária,
E esta confirmo pro seu bem viver.
Esposa escolhestes ser de Jesus Cristo,
E assim sois rainha de nobre saber.
6. Desprezível veja como Ele se fez
Por você e todos que o amor  seduz.
Agora você desprezível se faça
E o siga no duro caminho da cruz.
7. E  com o desejo de só imitá-lo
Contemple, observe seu querido esposo
Ele é o mais belo dos filhos dos homens
E para salvá-la aceitou forma vil.
8. E por nós ferido ele foi desprezado
Seu corpo chagado por nós entregou
Na cruz imolado por nossos pecados
Tormentos horríveis por nós suportou.
9. Com ele sofrer é com ele reinar.
Quem chora, com ele se vai  alegrar.
Com ele na cruz e na tribulação
Terá recompensa e a celeste mansão.
10. Porque os bens terrenos que são transitórios
Deixando-os no mundo você desprezou,
Terá sua parte no reino da glória
Pois bens já maiores você conquistou.
11. Seguir com valor da virtude os caminhos
A Deus entregar fielmente a promessa.
Olhar para o céu, aceitar os espinhos,
Seguindo o caminho de Cristo depressa.
12. Verdade, me alegro, e agora ninguém
A minha alegria vai poder tirar.
Porque já alcancei  este meu maior bem:
Ser a sua Esposa e só  Ele amar.

9. – CONTEMPLANDO COM CLARA DE ASSIS
Para celebrações, meditações e encontros
1. Conserve o que tem
Faça o que está fazendo
Em rápida corrida
Com passo bem ligeiro.
2. E se alguém quiser
Desviá-la do caminho,
Do Deus que a tem chamado:
Não siga o seu conselho.
3. Mas em ninguém confie,
E não consinta em nada
Se alguém quer afastá-la
Dessa proposta amada.
4. Contemple seu espelho
Por toda a eternidade.
No esplendor da glória
Feliz seja em verdade.
5. Preste muita atenção
No começo do espelho:
Contemple a  pobreza
De quem ‘stá  no presépio.
6. Que grande humildade
Eloquente pobreza:
O Rei dos Anjos pobre
Repousa em manjedoura.
7. No meio do espelho
Contemple a humildade
A vida em pobreza
De quem pregava o Reino.
8. “Raposas têm suas tocas
E as aves têm seus ninhos.
Mas o Filho do Homem
Sem nada no caminho.”
9. E no fim desse espelho
Contemple a caridade
Com que quis padecer
Na cruz por nós pregado.
10. A todos que passavam
Deixava este clamor:
“Oh vinde, vede todos
Se há tamanha dor?”
11. E todos respondamos
Ao que gritando está:
“Quero lembrar-te sempre
Contigo desmaiar.”
12. E ame por inteiro
A quem se entregou
E inteiro por amor
A vida consumou.
13. Amando umas às outras
Com vossas boas obras
Vós mostrareis ao mundo
O vosso amor profundo.
14. E a Virgem, a Mãe santa
Que o Cristo ao mundo trouxe
Ensina e nos encanta:
Que o mundo inteiro a ouça.
15. Arrasta-me, Senhor
Atrás de teu amor.
Eu quero teu perfume
Esposo, meu amor.
16. E sempre vou correr
Atrás de ti, Senhor,
Até me introduzires
Na adega, em teu amor.
17. Então tua mão esquerda
Repousará em mim
Enquanto a direita
Abraça-me sem fim.
18. E em toda a eternidade
Terei felicidade
Porque meu bom Senhor
Será meu grande Amor.

Observações sobre esta Missa:

- Os escritos de Santa Clara de onde foi extraída a letra foram:
As Cartas a Santa Inês de Praga, o Testamento,  a Forma de Vida  (Regra) e a Legenda de Santa Clara.
- Muitos pensamentos que Clara dedicou a Santa Inês de Praga estão aqui dirigidos a ela mesma, devido às semelhanças de ideal e de vida.   
- As melodias e ritmos são inspirados em “constâncias da Música Brasileira”: cantigas de roda, toadas sertanejas, canções do folclore. Dali a “simplicidade franciscana” de certas melodias, que podem até parecer ingênuas. Mas o trabalho foi feito de forma consciente, pensando  também em facilitar o aprendizado.
- Foi respeitado o texto  original. Por isso  o tratamento das pessoas muitas vezes está na forma  feminina. Nada impede que a Missa seja cantada por fraternidades masculinas, bastando mudar o gênero de  adjetivos e pronomes, quando for o caso.